10 Péssimos carros para se comprar

Automóveis são uma invenção maravilhosa, mas como tudo no mundo, existem também os exemplares ruins, abaixo uma lista de 10 péssimas opções para se comprar hoje, ontem e sempre!



10 - 1899 Horsey Horseless




O Horsey Horseless é uma daquelas idéias ingenuas que se provam feias e ineficientes, foi pensado para reduzir o estresse dos cavalos que à época, dividiam as ruas com os novos "automóveis", ele foi tão brilhantemente pensado que seu tanque de combustível ficava justamente na cabeça de cavalo colocada a frente do "Buggy", este projeto não é só feio, é também perigoso, ja que o combustivel esta estratégicamente colocado no lugar mais perigoso do carro, a frente! Agora imagine você no lugar do cavalo, vendo um buggy com meio cavalo colocado a frente e fazendo barulho característico dos automóveis da epoca... Tenso!

9 - 1911 Overland OctoAuto




O Designer Milton Reeves foi um daqueles homens que desafiavam o senso comum, para ele, se quatro rodas era bom, imagina seis? bom, melhor ainda seriam OITO! O então projetista pegou um modelo ja vendido a epoca, o Overland, e adicionou novos eixos e mais dois jogos de roda, criando assim este frankenstein de oito rodas e nenhuma encomenda, o carro foi apresentado no Indianápolis 500, o modelo nunca teve nenhuma encomenda.

8 - 1913 Scripps-Booth Bi-Autogo




Este é um monstro e um visionário, desenhado por James Scripps-Booth, esta maquina tem o mérito de ser o primeiro V8 a circular nas ruas Norte Americanas, desenhado como uma moto, o Scripps-Booth é uma "moto" com rodas retráteis, o que é uma benção se pensarmos que este brinquedo pesa quase 1.500 kg, com tubos de cobre por todo lado e um monstruoso motor na frente, esta moto é fruto de muito dinheiro e muito tempo de sobra por seu inventor.

7 - 1920 Briggs e Stratton Flyer




1920 foi um ano maravilhoso para a automobilística, marcas como Rolls-Royce e Cadillac estavam buscando cada vez mais sofisticação e tecnologia para seus veículos, eis que surge então o Briggs e Stratton Flyer. No limiar do que se pode considerar um carro, contava com um pequeno motor de 2hp que impulsionava uma roda de tração, era basicamente uma prancha com dois bancos, sem suspensão, sem carenagem e sem estilo, o Flyer foi uma das primeiras tentativas de se criar um veículo popular e muito barato, um mérito que é ofuscado pela falta de simplesmente tudo nele.


6 - 1933 Fuller Dymaxion





O Dymaxion foi desenhado pelo engenheiro autodidata Buckminster Fuller, um homem de idéias maravilhosas, buscava eficiência e design em todas as suas obras, sendo uma de suas principais obras as Cupulas Geodésicas, o veículo fora incialmente desenhado para ser um hibrido de carro e avião, contaria com um kit de asas infláveis e um motor a reação que seria instalado em um momento posterior, o veículo nunca foi usado desta forma, um acidente fatal com um dos protótipos encerrou a vida deste projeto, que acabou ficando esquecido.


5 - 1934 Chrysler/DeSoto Airflow



 
Como comparação, acima esta um Ford V8, sucesso na década de 30




O Airflow é um dos casos de injustiças causads pela realidade da época, ignorado pelo público e pelos clientes, foi um veículo desenhado com linhas aerodinâmicas, esqueleto interno de aço e de peso bem distribuído na famosa técnica 50/50, características existentes na maioria dos carros da década de 50, (lembrando que este é um carro da década de 30), as técnicas de desenvolvimento do Airflow eram tão modernas que ainda estavam sendo aprimoradas, um detalhe trágico é seu motor, que tinha como falha de desenvolvimento simplesmente cair, somando ainda mais á má fama do mesmo, uma soma de preconceito com técnicas modernas ainda mais aprendidas fez do Airflow um carro afrente de seu tempo, e portanto, rejeitado. 


4 - 1949 Crosley Hotshot




O Crosley é o primeiro esportivo Americano do pós guerra, é considerado por entusiastas um marco e também uma pilha de lixo, pequeno, devagar e perigoso demais, o hotshot foi uma das estrelas de um filme chamado Mechanized Death, filme lançado na década de 60 com intuito de educar motoristas, o carro foi desenhado por Powel Crosley Jr., Um radialista da época que queria ser desenhista de carros, bom, ele conseguiu.


3 - 1956 Renault Dauphine




O Dauphine é um carro Francês de baixo custo, seu maior defeito não estava em seu desenvolvimento, que na verdade seguiu os padrões de excelência da época, estava porém na qualidade do material usado, chapas finas demais com tinta de baixa qualidade garantiam além da ferrugem uma dor de cabeça até para fechar a porta, que tinha como costume empenar. O Dauphine também contava com uma motorização muito fraca até mesmo para a época, atingindo 100km/h em aproximadamente 32 segundos, isso é mais do que até o carro mais fraco dos dias atuais, com materiais de baixa qualidade e devagar, o Dauphine ainda vendeu mais de 2 milhões de unidades, sendo um sucesso de vendas devido a seu baixo preço e baixo consumo, uma curiosidade, seu nome original era Corvette, mas foi mudado para Dauphine em cima da hora, ufa!


2 - 1957 King Midget Model III




Quando Caud Dry e Dale Orcutt, de Ohio decidiram que iriam construir carros que todos poderiam comprar, desenvolveram o Model I, oferencendo o carro como um kit do tipo "Faça Você Mesmo", o kit consistia de Chassis, barras estruturais e algumas chapas de metal desenhadas que precisavam ser cortadas pelo construtor, o motor seria qualquer motor de 1 cilindro, o modelo continuou sendo construído até o final da década de 60, quando, padrões de segurança mais restritos foram aplicados aos veículos, padrões estes que o Model III não conseguia atingir, foi assim o final do King Midget, para curiosidade, traduzindo para o Português, o nome deste carro era literalmente "Rei Anão".


1 - 1957 Waterman Aerobile





Segundo a lenda, Waterman uma vez ouviu Glenn Curtiss reclamar que gostaria de dirigir e voar para longe dos aeroportos, depois de ouvir este lamento, Waterman se dedicou a um projeto que pudesse resolver este problema, o Aerobile é a solução por ele proposta, com asas que podem ser "desencaixadas" e guardadas em algum canto enquanto você usa a cabine pequena e desconfortável para ir comprar pão na padaria. Mesmo sendo tão ..... "Promissor" (kkkkk), o Aerobile é um marco, sendo o primeiro aerocarro da história, o que garantiu lugar do único modelo construído (Já que não houveram encomendas) no Museu Smithsonian.


SHARE

About Autor

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário